.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Quem ama não trai!




Aparentemente simples: Quem ama não trai.
Ha um tempo, não sentia dificuldades de compreender e acreditar nessa frase. Depois, pude observar as pessoas que traem (e olha que não são poucas). Vi que não é tão simples assim.
É complicado entender como se pode amar e ao mesmo tempo enganar.
Já ouvi alguns dizerem “manter uma amante não significa não amar a titular”.

Conheço uma pessoa que ama a sua mulher, mas por um vacilo traiu uma vez.....se arrependeu muito, nunca fez mais. Esse caso é até possível de entender (não estou falando” de se admitir”). Ouve um erro, mas nunca irá se repetir.

Mas manter uma “titular” dizendo que a ama, mas a enganar....isso não é amor.

Acredito que o único remédio contra a traição é não deixar criar uma oportunidade.
A traição dificilmente nasce prematura, ela tem um tempo de gestação. Começa com um interesse (mas escondido no coração por medo....de errar), no tempo da gestação, se diz que não haverá nada, existe os “princípios”de “certo e errado”. Mas com o tempo, os pensamentos mudam. Tudo é questão de tempo.....
Os conceitos que haviam antes passam a sair dos pensamentos. Acaba-se envolvendo cada dia mais. Com o tempo, vira algo normal de se fazer.

1 comentários:

Gabriele Santos on 13 de junho de 2010 01:04 disse...

Poxa...
Nunca li algo do tipoo relacionando com esse tema.
Geralmente as pessoas saem 'metendo o pau' (desculpa a expressão) em quem trai.
Uma abordagem totalmente fora do comum.
Parabéns!

Postar um comentário

 

A opinião contrária © 2008 Business Ads Ready is Designed by Ipiet Supported by Tadpole's Notez