.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Seguir em outra direção sempre foi a melhor forma de se viver

0 comentários
Se você acredita nessa frase, te digo que é preciso rever seus conceitos. Não existe nenhuma facilidade nessa forma de encarar o mundo.
Você dificilmente irá receber reconhecimento das pessoas. Será uma desvantagem diante do brilho cativante do mundo.
Irá ter conflitos externos e internos por seguir na contra mão. Será pisoteado por palavras, palavras que às vezes te jogará contra seus princípios. Princípios que algumas vezes perderão o chão diante de tantas coisas “diferentes de você”. Ser certo será considerado errado.
Multiplicará cada dia conselhos que dizem “você é um idiota por ser assim”.
Vai ter dias que possivelmente acontecerá de tudo pra que você esqueça por quem está lutando.
Receberá de bandeja coisas que terá que negar por ser diferente. Sofrerá pressões, seja na escola, faculdade, emprego, dentro de casa....Pressões de fora e de dentro pra fazer aquilo que seus princípios condenam.
Pessoas duvidarão de sua diferença, mesmo você fazendo tudo certo elas só verão seus pontos fracos.
Será difícil encontrar quem queria seguir na mesma direção. Se encontrar, tenho que te falar que não irá ser por muito tempo, provavelmente essa pessoa irá te abandonar por escolher outro caminho mais fácil.
Você verá pessoas que professam seguir os mesmos princípios que você fazendo coisas que não deveriam fazer.

Existem poucas pessoas que seguem essa direção, pois muitas veem o que estou dizendo “não é o melhor caminho a ser seguido”.

Então o que fazer? Seguir o fluxo, aquele que muitos deixam bem claro que você deve seguir?

Não, a vida diferente é difícil, quase impossível de ser seguida, mas me lembro de um versículo

As coisas que são impossíveis aos homens são possíveis a Deus.
Lucas 18:27

É difícil, espinhoso, você terá que muitas das vezes caminhar com lagrimas nos olhos, tudo fará você ver que não é o melhor caminho (pelas dificuldades).
Pessoas todos os dias estão se esquecendo de como se deveria viver. Estão deixando o Deus de Abraão, de Davi.....estão seguindo suas próprias direções.
Chega de brincar de cristão, professar uma fé não te faz diferente das outras pessoas. A vida é difícil, eu concordo. Mas se Deus é por nós quem será contra nós?
Praticamente todos os dias ouço que não há vantagem em seguir esse caminho, me fazem parecer o errado da história.
Algo que digo pra você, ou você é diferente ou é igual......não existe meio termo.
E ai, o que você escolhe?


Ler

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Pra que ter amigos?

0 comentários

“Amigos, os maiores traidores”


Será que ha algo de errado nessa frase? Quer uma outra?


“amigos, só estão perto quando tudo está bem...quando vc está mal parece imperceptível aos seus olhos”


Acredito eu que essas palavras devam soar naturalmente aos seus ouvidos, pois são usadas diariamente por diversas pessoas que abandonam a confiança da amizade. Tenho que falar uma coisa, eu a pouco estava quase convencido que ter amigos é uma “furada”.
No momento que estava pra baixo fui praticamente um “homem invisível”, minhas vontades de desabafar foram abafadas por relatos de acontecimentos alheios. Não reconheceram em meu rosto a dor de não ser ouvido. Cheguei em casa “péssimo”, com vontade de chorar praticamente. Mas um amigo me telefonou, um que a um tempinho tinha feito uma brincadeira que não gostei (pra falar a verdade, detestei). Esse mesmo que me deixou irritado me telefonou. A depressão que estava lutando pra ter espaço na minha mente se retirou lentamente. Aos poucos fui recobrando minhas forças. As vontades de querer chorar desapareceram. Conversei por muito tempo, as vezes bobeiras, outras desabafos.
É bom ter amigos, amigos falhos. Não quero ter amigos 100%, que não irão me decepcionarem. Quero meus amigos, aqueles que mesmo me decepcionando as vezes eu possa querer estar perto.
Se você não querer nunca ser decepcionado, não tenha amigos. Não se envolva com nenhuma pessoa. Seja só. Nada de conversar na rua pra não correr o risco de fazer um possível amigo. Mas tem algo de ruim diante de todas essas coisas boas(não ter amigos).
Você estará só. Não terá ninguém, ninguém que algumas vezes só no olhar conheça quando você gostou ou não de algo. Que te faça rir. Que te dê recordações, saudades.

Por isso eu recomendo, tenha amigos. Mesmo que na caminhada você encontre os temidos “falsos amigos”, ter um amigo verdadeiro recompensa toda a caminhada.
obs: nossa....eu voltando a postar....mesmo sem net não consigo parar de escrever :P
Ler

sábado, 6 de novembro de 2010

Muito que escrever

0 comentários

Sim, posso resumir esse tempo que estive fora( ainda não voltei, minha abstinência digital continua regida involuntariamente pela perda da minha internet).
Estou me adaptando ao escrever em um caderno ao invés do blog. Essa nova forma de me expressar, vejo que está me ajudando muito. Assim como ajudou Anne Frank em seu enclausuramento repentino, vejo uma nova forma de não deixar que os problemas do dia a dia me aflijam.
Não sou muito de ficar contando "tudo da minha vida" pra todo mundo. Gosto de esconder no mais profundo abismo....distante da minha aparente felicidade diária( não que eu esteja longe da felicidade, só que as vezes demonstro estar feliz.....mas não estando).
Confesso que meu caderno está mais que a metade escrito, na maioria só bobeiras....não importo em ter um ótimo argumento a cada linha escrita. Simplesmente escrevo o que estou pensando na hora. Na maioria das vezes nem me importo com a ortografia( sei que é bastante feio isso, mas o que posso fazer se estudei em um péssimo colégio xD)
Nesse tempo que estive distante, uma outra coisa aconteceu. Um amigo meu está cada vez mais caminhando pra um ateísmo "moderno". Vou explicar:
Diariamente em suas contestações vejo que está se distanciando da fé. Não que ele esteja "fazendo besteiras", ele é bastante fiel as escrituras. Mas sim que procura cada vez mais explicações pra poder entender sua fé. Tenho medo que chegue um dia no qual me diga " Hoje vejo que tudo no que acreditei era pura imaginação humana" Tenho medo que sua autonomia intelectual posso distanciar de Deus. Não vejo algo errado em buscar conhecimento....eu faço isso, contesto muitas coisas......mas me cuido pra que não deixe de acreditar.
Não posso continuar a escrever, estou no trabalho( que feio, eu escrevendo ao invés de estar trabalhando...rs)
Espero em breve poder voltar a escrever........AMO ESCREVER.

ainda fica minha pergunta.....será que muitas pessoas entram aqui pra ler o que escrevo????? rs
Ler

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Bom/Ruim ao mesmo tempo

1 comentários



Tenho uma boa notícia....comprei um diário.....Tenho uma pessima notícia....vou demorar nas postagens.
Eu amo escrever, com esse diário estou escrevendo tudo o que queria desabafar mas não tinha ninguém pra ouvir(aqui eu faço isso.....mas não tenho um pc toda hora que estou afim de escrever).
Não sei se fui inspirado na Literatura de Anne Frank, ou uma utopia gerada pela minha falta de fazer nada interessante. Só sei que a cada dia que passa estou conseguindo desabafar como quero. Eu nunca tive um diário, não sei como se escreve dessa forma. Mas ao decorrer do tempo estou me soltando.
E agora, como fica o meu blog? Não vou deixar de postar por aqui. Mas estou em época de provas, por isso nada de ficar muito tempo na net.
Mas acredito que escrever em um diário irá melhorar a forma que escrevo. Vou poder corrigir meu erros. Pois bem, vou me despedindo( por quê que acredito que muitas pessoas visitam esse blog?)
até +
Ler

domingo, 12 de setembro de 2010

Quem Quer Ser um Milionário?

0 comentários



O filme foi dirigido por Danny Boyle e escrito por Simon Beaufoy, tendo como atores principais Dev Patel e Freida Pinto. O filme foi lançado em 12 de dezembro de 2008, pela Fox Searchlight e Warner Bros, e foi vencedor de oito Oscars, sete BAFTA's e quatro Globos de Ouro.¹

Meio que "sem querer" que acabei assistindo esse filme. Estava no HD de um pc do meu trabalho. Assumo que de primeira, não dei muito crédito. Só comecei a "acreditar" um pouco na qualidade do filme depois de pesquisar na internet. Quando coloquei o filme, meu irmão foi correndo dormir como um coelho fugindo de uma raposa( eu sei, poderia ter feito uma comparação melhor....é que me faltou uma ideia original). Mas com o som do filme gritando na sala, veio correndo assistir. De primeira, achei que não me espantaria com a história. Mas no decorrer, pude ver que me faltaria folego para conseguir ficar até o final, e que algumas lágrimas tentariam( sem sucesso) escorrer pelos meus olhos.
A minha imaginação fluía, como de uma criança com sua ingenuidade. Podia ver a paixão saltar da tela. O filme mostrou que o tempo tentou em vão apagar algo que era eterno, o amor.
Ver Jamal na sua busca pelo o que as vezes me pareceu em vão, me deu uma certa motivação, me fez sonhar. Não que eu tenha um amor perdido no tempo. Mas sim, continuei acreditando nessa forma de amor. Isso é utopia para muitos( muitos mesmo). Dificilmente vejo alguém compartilhar a ideia de um amor puro, eterno. Deparo diariamente com um amor "carnal" onde na verdade, nem pode ser caracterizado como amor.
"Na moral" tem dias que deixo de acreditar nessa utopia(mesmo escrevendo textos sobre amor). Me vem a idéia que tudo não passa de pura falácia. Mas vendo filmes assim( sei que é apenas um filme) me faz ainda ter forças( não sei até quando).
Ler

sábado, 11 de setembro de 2010

Brincando com fogo

3 comentários
Um grande perigo que muitos teimam a desafia-lo. Esse perigo ronda os corações tanto de jovens quanto de adultos. Sua ação pode ser devastadora. Há aqueles que não "dão bola" a outros que caem nas garras astutas dessa armadilha. Os prisioneiros não possuem o direito de escolha, lutam em vão se desvencilhar, pobrezinhos, dificilmente conseguem.
Pra quem se pergunta que perigo poderia ser tão devastador, estou falando do amor. Vejo diariamente pessoas cegas, que tomam atitudes que em lucidez nunca tomariam(que elas mesmas condenam).

Confesso que não vejo o Amor como algo ruim, mas não consigo entender o porque de muitos sofrem por ele.

Será que elas amaram a pessoa errada? Mas espera um momento.....como é possível amar a pessoa certa de cara?

Cito trecho de uma musica do Jota quest

Amar não é ter que ter
Sempre certeza
É aceitar que ninguém
É perfeito prá ninguém

As vezes nao se escolhe amar, esse sentimento é involuntário. Amar não é ter certezas, mas mesmo nas incertezas amar.

Deixo mais um pedaço de uma musica do jota quest para sua meditação.....amar ou não amar...você escolhe( ou não)

Então seguirei
Meu coração até o fim
Prá saber se é amor
Magoarei mesmo assim
Mesmo sem querer
Prá saber se é amor
Eu estarei mais feliz
Mesmo morrendo de dor, yeah!
Prá saber se é amor
Se é amor
Ler

domingo, 5 de setembro de 2010

Casar pra quê?

3 comentários


Por um tempo me perguntei em qual blog eu deveria postar esse texto. Não sei se posso qualificar esse post como uma opinião. Acabou que resolvi postar por aqui.

Meus pais são separados, onde deveria existir exemplos a serem seguidos só existem exemplos a não serem seguidos. Como juras de amor podem ser simplesmente esquecidas?

Vou amar-te na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza, até que a morte nos separe.

Um dia quando criança, ouvi algo que lembro até hoje "Não se deve procurar pessoas pra ter um relacionamento que tenham enfrentado algum problema familiar, pois elas tendem a seguirem os mesmos passos de seus pais."

Estou condenado a fazer as mesmas coisas que reprovo?

As pessoas tem suas escolhas, mesmo perdendo suas referencias. Claro que essa desvantagem de uma falta de um espelho a ser seguido faz um pouco de falta. Essa falta posso explicar como uma inexistência da figura paterna moldando sua personalidade. Nada que observar os erros dos outro e um pouco de leitura não resolva..rs

Entrei em um blog na qual a autora dizia "Até hoje nunca ouvi uma jura de amor eterno mais bonita e mais falsa do que esta(a que está destacada em vermelho). Não acredito em juras de amor eterno."
Na verdade, esse pensamento não está restrito a dona desse blog. Muitos hoje em dia perderam a fé no casamento. Diversas vezes ouço de pessoas no meu trabalho coisas do tipo "Quer um conselho? nunca se casa".

Será que elas foram infelizes porque casaram com a pessoa errada? .....mas espera.....existe a pessoa certa?


Não acredito em alma gêmea, que uma pessoa esteja destinada a ficar com alguém, e esse alguém seja a(o) única(o) capacitada(o) de te fazer feliz.
Mas então como ter um casamento estável em meio a tantas separações?

Acredito que não exista uma formula mágica. Poderia dizer que "só com um casamento planejado é possível alcançar a estabilidade" mas existem diversos casamento que não foram planejados e duram até hoje( tenho um tio que é prova disso).
Você poderia dizer " tem que haver Amor entre os 2". Ai vem a famosa frase "amor não paga contas". A maioria das brigas familiares são motivadas por falta de dinheiro.

Se desejo que um tem pelo outro for superior a vontade de se separar, dificilmente irá fracassar essa união. Problema todo casamento enfrenta. A diferença está em se querem enfrentar juntos ou separados.
Ler

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

O que desconheço....

0 comentários


Me sinto só, mas com todos os meus conceitos
só afasto o amor do meu peito.
Poderia tentar, sei lá, amar, é o que careço.
Poderia olhar pra ver se reconheço, o amor que tanto quero, que tenha um começo.
Acho que ninguém me entende, nem eu mesmo me conheço
Vou caminhando para um desfecho. Aquele que mereço


Nada como uma poesia pra expressar o que se está sentindo...
Ler

domingo, 22 de agosto de 2010

Mudanças

0 comentários


Agora os tópicos que tiverem cara de "diário" serão postados no meu outro blog http://vidinhauniversal.blogspot.com/ Quero mudar um pouco o formato dos posts por aqui. Acho que não está ficando nada legal essa mistura.
Ler

sábado, 21 de agosto de 2010

Realmente gostam de mim?

1 comentários


Ultimamente, ou melhor, sempre fui requisitado a dar conselhos. Seja na internet(pelo msn) ou pessoalmente, as pessoas esperam uma resposta minha ou simplesmente que as escute.
Não sei se as pessoas que estão perto de mim me conhecem verdadeiramente.
Como isso me cansa, não de estar ajudando( ou tentando ajudar pois não me acho um grande aconselhador) mas sim por nunca está do outro lado. Me acho uma pessoa que tem pouco o que falar quando o assunto sou "eu"( com exceção do meu blog....sempre tenho o que falar).

Ontem fui em um show, que por sinal não tinha nada a ver comigo(o que eu estava fazendo lá?). Estava com uma amiga e a família dela. Em um momento uma pessoa começou a me empurrar pra poder passar minha frente. Outras pessoas que estavam do meu lado me empurraram pensando que era eu o culpado(tinha um rapaz com uma namorada que ficou "bolado" comigo). Eu tentei ser o mais paciente possível, só que não deu. Fui falar com a pessoa que me empurrou. Ele fingiu que nem estava me ouvindo, me irritei e comecei a brigar...outras pessoas vieram pra também brigarem com a pessoa que estava empurrando. Resumindo, não deu em nada pois uma mulher puxou a pessoa pra trás( viu que ele acabaria apanhando). A minha noite acabou ali(o que eu fiz??....quase bati em alguém), isso me deixou mal......acabou com minha noite. Naquele momento queria ficar só. Segundos depois sai dali, não do show, mais sim do local, fui ficar com meu irmão e a namorada dele. O que caracterizo o "pior" foram os pensamentos que vieram logo em seguida. Na minha mente fluía imaginações que não queria que fossem criados. Esse pensamentos só fortaleciam minha TESE. Coisas do tipo “Por que a pessoa que me chamou não demonstrou se importar com o que aconteceu comigo? Por que não me enviou nem um torpedo pro meu celular perguntando se estava bem? Por que não ligou?
Ainda não tenho respostas para essas perguntas. Gosto da amizade dessa pessoa. Não quero que acabe ou esfrie.
Ler

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

sem título...só um pensamento

0 comentários
Esse texto poderia se chamar "carente parte 3" só que nem sei bem se é uma carência.
Hoje estou com vontade de simplesmente ficar só. Acho que estou mais para uma carência ao reverso, rs. Que droga, estou com vontade de chorar por nenhum motivo especifico. Não sei se choro por estar só ou por querer ficar só. Não gosto de ser transparente com meus sentimentos(quem gosta?). Acho que estou precisando de uma namorada urgentemente...ou não...heheh
Hoje acredito que tenha sido o "ápice de minha carência".

Não vou me estender muito com esse texto. Mas vou deixar uma letra de musica que mexe muito comigo.




Levante-se

Sem a figura de um pai em casa
E estou imaginando como vou fazer isso funcionar
Oh meus amigos continuam me dizendo
como não preciso daquele homem
Mas eles realmente não entendem

Há pressão demais na realidade, mas
Lidar com a dor e estresse, e pobreza
E preciso ser eu mesmo
Pois não há ninguém mais para mim

(Indo lá comigo)
Ás vezes é preciso um outro tipo de amor
Para criar um filho
(Então não desista)
(Quando a pressão vier)
Ás vezes é preciso um outro tipo de sonho
Para faze-lo sorrir
(Então levante-se)
(Agüente firme comigo)
Ás vezes precisamos de outra mão amiga para mostrar os
caminhos
(Então não desista)
(Quando a pressão vier)
Ás vezes parece impossível
Por isso nós rezamos
Então levante-se, nós levantamos

Parece não haver nada para mim
Mamãe se foi, papai não quis ser
Agora estou sozinho
Imaginando onde está o amor
Ou se deveria apenas desistir agora

A vida cai sobre mim
Corta a minha alma
Mas sei que tenho força para passar por tudo isso
Pois continuo de cabeça erguida
Superando as barreiras
Vou dar tudo de mim

Eu me sinto como uma criança sem mãe
A dor corta a minha alma
Ela me derrotou, não se acha um sorriso
No rosto de uma criança sem mãe
Vou superar essas barreiras
Vou dar tudo de mim
sim
sim, sim, sim, sim

(Fique lá comigo)
Ás vezes é preciso um outro amor
Para criar um filho
(Então não desista)
(Quando a pressão vier)
Ás vezes é preciso um outro tipo de sonho
Para faze-lo sorrir
(Então levante-se)
(Agüente firme comigo)
Ás vezes precisamos de outra mão amiga para mostrar o caminho
(Então não desista)
(Quando a pressão vier)
Ás vezes parece impossível
Por isso nós rezamos
Não desista
Ler

domingo, 25 de julho de 2010

A grande Anne frank

0 comentários



Ouvi pela primeira vez o nome dessa escritora no filme Escritores da liberdade.

Sobre a escritora: Annelisse Maria Frank, mais conhecida como Anne Frank, (Frankfurt am Main, 12 de Junho de 1929 — Bergen-Belsen, início de Março de 1945) foi uma adolescente alemã de orígem judaica, que morreu aos 15 anos em um campo de concentração.Seu diário foi publicado pela primeira vez em 1947 e é atualmente um dos livros mais traduzidos em todo o mundo.

Quem poderia imaginar que o diário dessa garotinha de 13 anos fosse vender mais de 30 milhões de exemplares em todo o mundo depois de sua morte. Que fosse traduzido em mais de 68 línguas. Até ela não acreditava que alguém iria se interessar na leitura, olha o que ela escreveu:

Durante uns dias não escrevi nada porque, primeiro quis pensar seriamente na finalidade e no sentido de um diário. Experimento uma sensação singular ao escrever o meu diário. Não é só por nunca ter escrito , suponho que, mais tarde, nem eu nem ninguém achará interesse nos desabafos de uma garota de treze anos. Mas na realidade tudo isso não importa. Apetece me escrever e quero aliviar o meu coração de todos os pesos.

Eu vejo como é bom escrever. Como essa forma de desabafo me ajuda. Eu imagino que muitos estejam pensando que já li esse livro(se alguém entra nesse blog). Mas confesso que ainda não li. Mas sua história me chamou a atenção(mesmo eu sabendo pouco sobre ela). Eu já baixei o ebock, e claro que vou ler.
Ainda estou brincando com as minhas palavras. Talvez tenha várias contradições em meus textos(uma amiga disse que existe em um, rs). Mas não me prendo a isso. Não ligo se ninguém achar interessante o que escrevo. Não costumo divulgar esse blog. Eu quero escrever, gosto de escrever. Sei que muitas pessoas acreditam que quem é de exatas não "liga" muito pra literatura, só números. Mas isso não é verdade, sou uma prova disso.
Mas me acho diferente, seja pelo modo de pensar ou agir, no trabalho ou em qualquer outro lugar. Me sinto deslocado, como se não pertencesse a esse planeta( na verdade não pertenço se levar para o lado religioso). As pessoas não tem idéia de como me acho diferente. Não estou dizendo superior, mas diferente. Gosto de ler livros "estilo autobiográficos" onde o autor explora os sentimentos humanos, seus pensamentos. Gosto de acreditar nas pessoas, também de tentar entende-las. Olho para seus interiores na esperança de conseguir enxergar algo de bom.

Tem alguns textos meus com um ar depressivo, mas não sou assim na integra, é só uma parte de mim. Quando estou triste me vem milhares de coisas pra escrever. No meu exterior aparento ser um cara que não tem esses tipos de conflitos.
No momento fico por aqui, até a proxima postagem :)
Ler

domingo, 4 de julho de 2010

Me arriscando em falar de religião

3 comentários
Deixo uma musica que fala muito sobre o que quero dizer.


Conheci essa musica em um blog que entrei. clique aki pra entrar e conferir esse ótimo blog....
Um tema difícil de se comentar já que existem diversas versões de um mesmo assunto...um emaranhado de ideias e suposições.
É proibido pensar...é colocado no subconsciente para manter um controle, evitar um possível motim dos seus seguidores.
Quando alguém contesta um líder, logo vem em mente que se está indo contra Deus. Onde não há contestação...há lideres fazendo o que “dá na telha”(ha exceções).
Como é difícil achar a verdade. Eu sei que tem a questão que Espírito Santo dá o discernimento. Mas quando vemos que existem varias igrejas com suas doutrinas....doutrinas que divergem em vários pontos.
Existe valorização do dinheiro, como se isso significasse satisfação divina por um indivíduo. Muitos acreditam que se estiverem com Deus, necessariamente estarão felizes e com muito dinheiro no bolso. Eu vejo como as pessoas acreditam nisso, acreditam que "o tempo da virada chegou". Levantam suas mãos em sinal de "pegar a benção"....ficam felizes em acreditar que tudo vai ser melhor um dia.
Como é difícil estar certo, estar com Deus. Dizer não para o errado e sim para o certo.......o que é certo e o que é errado? Isso as vezes depende de doutrina pra doutrina.
As vezes da vontade de não ir mais para a igreja. Se eu deixar de ir....vou estar pecando? Porque? Por não estar em comunhão? Mas quem disse que existe essa comunhão na igreja se o que mais se vê são pessoas prepotentes que só sabem olhar para seus umbigos(há pessoas com bom coração....mão são poucas). É difícil ver alguém preocupado com seu próximo...ver uma pessoa que conhece a outra além da hora do culto.
Não quero me tornar mais um a autossuficiente. Vejo diversas pessoas que abandonam a instituição, não condeno essas pessoas mas não quero fazer isso.
Mesmo que minhas palavras pareçam ser de uma pessoa com vários conflitos internos. Tenho que confessar que ultimamente tenho andado como se estivesse anestesiado para esses assuntos. Não tenho ligado muito pra Deus. Eu sei que essas palavra parece duras, mas é a realidade.
estou a cada dia me tornando mais um na multidão. Seguir o fluxo......que droga como é mais fácil não se preocupar em ser diferente...
Posso ver em um amigo o brilho que existia se apagar. Me bate um medo de imaginar onde irá chegar. O vejo distante da verdade....cavalgando em suas suposições e achismos. Um rei cético. Porque essas coisas acontecem....
Não tenho resposta pra nenhuma das minhas indagações, um dia espero ter...
Um coisa eu sei, mesmo com essas duvidas não vou mudar meus princípios...mesmo que passem de pura doutrina contaminada com humanidade.
Ler

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Chuva de Novembro

0 comentários

Quando olho nos seus olhos
Posso ver um amor reprimido
Mas querida, quando te abraço
Você não sabe que eu sinto o mesmo?


Porque nada dura para sempre,
E nós dois sabemos que os corações podem mudar
E é difícil segurar uma vela
Na chuva fria de novembro.


Nós estamos nessa a tanto, tanto tempo
Simplesmente tentando aplacar com a dor, oh yeah


Mas amores sempre vem
E amores sempre vão
E ninguém está realmente certo
De quem está deixando partir hoje... Indo embora


Se eu pudesse usar o tempo
Para falar francamente
Eu poderia descansar minha cabeça
Simplesmente sabendo que você é minha, toda minha


Então, se você quiser me amar
Então querida, não se contenha
Ou simplesmente terminarei andando
Na fria chuva de novembro


Você precisa de um tempo?... para você
Você precisa de um tempo?... totalmente sozinha
Todo mundo precisa de um tempo.. para si
Você não sabe que precisa de um tempo?... Totalmente sozinha?


Eu sei que é difícil manter um coração aberto
Quando mesmo os amigos parecem te machucar
Mas se você pudesse curar um coração partido
O tempo não pararía para te encantar?


As vezes eu preciso de um tempo... para mim
As vezes eu preciso de um tempo... totalmente sozinho
Todo mundo precisa de um tempo.. para si
Você não sabe que precisa de um tempo?... Totalmente sozinha?


E quando seus temores se acalmarem
E as sombras ainda permanecerem
Eu sei que você pode me amar
Quando não sobrar mais ninguém para culpar


Então não se preocupe com a escuridão
Nós ainda podemos encontrar um jeito
Porque nada dura para sempre
Nem mesmo a fria chuva de novembro


Você não acha que precisa de alguém?
Você não acha que precisa de alguém?
Todos precisam de alguém
Você não é a única
Você não é a única
Ler

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Mentes fechadas

0 comentários



Em um vilarejo remoto, distante de tudo e todos, existiam pessoas com um mesmo pensamento. Eles, mesmo com seus problemas viviam em harmonia. Acreditavam em ideias que eram produzidos pelos senhores do saber. Esses senhores do saber eram praticamente venerados pelo povo.
Um homem que pensava de forma diferente teimava em coexistir em um mundo que não era dele. Todo o conhecimento que possuía, tinha o prazer de passar, mesmo que gerasse conflito com as leis daquele povo. Com simples palavras conseguia confundir e ao mesmo tempo mostrar todo seu conhecimento para todos. Os poderosos que detinham o poder e o conhecimento (aparente) não gostavam dessas atitudes. A divergência de opiniões não era confrontada diretamente pelo simples homem.
Ele não revelava toda sua sabedoria por causa da mente fechada dos moradores do vilarejo. Se mostrasse todas suas ideias inevitavelmente iria ser mal interpretado....ou julgado erroneamente...acusado de ir contra os princípios dos poderosos.
Todos acreditavam na bondade e verdade dos poderosos. Pensar que estavam errados(os senhores do saber) era até considerado um grande erro que jamais deveria ser cometido. Ninguém ousava a querer ir contra os princípios pregados, pelas leis existentes.

Um dia esse simples homem ao confrontar uma "grade lei dos senhores do saber"(considerada a principal) é chamado a se apresentar para dar explicações. Ao chegar no tribunal(de portas fechadas para o povoado) é interpelado pelos poderosos. No decorrer do julgamento é entendido que os princípios seguidos pelo povo estavam mesmo errados. Ele já sabia desses erros, mas nunca tinha sido confrontado dessa forma.
"O povo, como eles estão sendo enganados"....esse pensamento passou na imaginação desse simples homem.
Uma proposta foi feita, deveria seguir as normas e preceitos dos senhores do saber. Deveria fechar os olhos para os erros. O pagamento: dinheiro. O simples homem duvidou o que estava presenciando. Jamais poderia pensar que chegaria a essa situação(mesmo já tendo imaginado). Ele recusa tudo o que foi posto ao seu deleite e se retira daquela região pra nunca mais voltar.
No seu coração pensa no povo. Mas com sua sabedoria prefere esperar que outros tomem a mesma decisão sem interferir.

O que o simples homem deveria ter feito? deveria ter alertado o povoado pelos erros dos senhores que seguiam cegamente? Será que isso geraria uma rebelião de tal forma que muitos jamais voltaria a querer ter preceitos parecidos os daquele povoado(que em geral eram bons para uma sociedade)?
Agiu certo o simples homem acreditando que cada um deveria por si só ver os erros dos senhores?


Eu sei que esse texto é estranho, mas eu queria me desabafar....fiz de uma forma diferente para que não fosse de fácil compreenção.

Para que, vendo, vejam, e não percebam; e, ouvindo, ouçam, e não entendam;
Ler

sábado, 19 de junho de 2010

Uma musica em alemão

3 comentários



O Melhor

Encontrei um tesouro
E ele tem o seu nome
Tão bonito e mais valioso
Que todo o dinheiro do mundo

Você adormece ao meu lado
Posso ficar a noite toda te olhando
Te ver dormir, te ouvir respirar
Até que acordemos de manhã

Você conseguiu de novo tirar meu fôlego
Quando você se deita a meu lado
Eu mal posso acreditar
Que alguém como eu
Mereça alguém tão bonito como você

Refrão:
Você é a melhor coisa que já me aconteceu
Me faz tão bem a maneira com que você me ama
Eu esqueço o resto do mundo
Quando você está comigo

Você é a melhor coisa que já me aconteceu
Me faz tão bem a maneira com que você me ama
Eu te digo muito pouco
Que é maravilhoso você existir

Estrofe:
O seu sorriso vicia
Como se não fosse dessa Terra
Mesmo se ficar perto de você
Fosse um veneno
Eu ficaria ao seu lado até morrer

A sua partida destruiria mundos
Mas eu não quero pensar nisso
É lindo demais estar com você
Quando nos oferecemos o nosso amor

Me fortaleça
Tire as dúvidas de meus olhos
Conte-me mil mentiras, eu acreditaria em todas
Ainda assim permanece uma dúvida
A de que eu mereça uma pessoa como você

Refrão:
Você é a melhor coisa que já me aconteceu
Me faz tão bem a maneira com que você me ama
Eu esqueço o resto do mundo
Quando você está comigo

Você é a melhor coisa que já me aconteceu
Me faz tão bem a maneira com que você me ama
Eu te digo muito pouco
Que é maravilhoso você existir

Quando minha vida fica de pernas pro ar
Você é minha paz e refúgio
Porque tudo o que você me dá
Faz eu me sentir infinitamente bem
Quando estou inquieta
Você é a viagem sem fim e por isso
Eu ponho este meu pequeno grande mundo nas suas mãos protetoras

Você é a melhor coisa que já me aconteceu
Me faz tão bem a maneira com que você me ama
Eu esqueço o resto do mundo
Quando você está comigo

Você é a melhor coisa que já me aconteceu
Me faz tão bem a maneira com que você me ama
Eu te digo muito pouco
Que é maravilhoso você existir

Eu te digo muito pouco que é maravilhoso você existir
Ler

carente(parte 2)

2 comentários



Medo, uma palavra que enquanto muitos temem em dizer outros a ignoram(as vezes aparentemente). Essa pequena palavra de 4 letras tem muito significado pra mim. Não que eu vivo em constante "medo". Mas sim que vejo o quanto o medo pode nos fazer pensar. Tenho medo de perder amizades que conquistei na minha faculdade. As vezes uso cuidadosamente minhas palavras para que essa amizade possa durar.
Tenho um grande medo, algo que tomo como o principal em minha vida. Esse medo é no campo do relacionamento. Medo de não encontrar alguém que eu possa amar verdadeiramente. Em ter que me contentar em gostar de uma pessoa......mas nunca poder olhar no olhos e dizer "Eu te amo de verdade" em poder ficar pensando em como tenho sorte de ter encontrado alguém que me completa.
Eu sei que esse sonho parece um pouco infantil para ser real no mundo de hoje.
Mas creio que muitos são insatisfeitos por terem casamentos impensados, estão do lado de quem não amam de verdade. Talvez por conformismo ou beleza exterior mantém relacionamentos ser amor.
Não quero isso pra minha vida....mesmo que dure anos a procura da minha amada.
O que adianta só escrever se no final possa ser mais um na multidão. É muito difícil brigar contra essa carência sem errar no caminho...sem fazer um ato impensado.....
Droga, não me acho a melhor pessoa das criaturas. Problema se consigo enxergar isso.......eu posso imitar o que condeno.
A vida poderia ser mais simples.
Ler

segunda-feira, 14 de junho de 2010

carente

1 comentários

Mai um momento desabafo...

Ultimamente tenho andado dessa forma. Uma coisa que sei: na carência se cometem os piores erros. Não quero me livrar desse mal(é isso que eu vejo) pra me meter em outro.
Vejo como é difícil encontrar alguém especial. Esse especial não significa perfeitinha (se fosse, eu deveria ser perfeito também, algo que não sou) mas sim que me ame de verdade.
O complicado é saber lhe dar com esse sentimento, não me apegar por estar só. Esse conflito de sentimentos tem rondado meu coração( se é que tenho um já que não o vejo pulsando).
Que droga, os pensamentos me rondam, vozes de inconformismo. Não quero ser um rabugento resmungão me achando o cara perfeitinho....aquele que toda garota tem o sonho de conhecer.

Pessoas que julgava serem diferentes teem me surpreendido. Porque é muito difícil encontrar alguém....
É engraçado ver que não é somente as mulheres que reclamam de não encontrar uma pessoa que pense em namorar.
Como é utópico o mundo do relacionamento. Será que sou exigente de mais. Nessa contradição de ser exigente e não querer alguém perfeito tem me deixado confuso. Não sei nem mesmo o que quero.
Eu devo ser o cara mais idiota do mundo por ainda acreditar no amor, na fidelidade onde quase ninguém mais acredita. Tenho visto que muitos por alguma decepção que tiveram fizeram que aquele sonho aparente infantil que tinham se apagasse.....foi extinto por um ser que era indigno de ser amado.

Não deixar minha carência afetar minhas decisões, tenho que repetir pra não me esquecer.
Meus princípios têm sido como anormalidade em um mundo que se diz normal.
Minhas buscas por conhecimento de relacionamentos não tem se valido de nada. Vejo com diversos poetas e filósofos(só pelo sentimento, não pela mente) que mesmo possuindo uma consciência pra passar em letras o que sentiam sobre o amor terminavam presos em suas fantasias. Dificilmente tinham um final feliz, mesmo sendo românticos.....suas mentes não serviam em nada no mundo real, fora dos livros.
Não quero terminar assim.
Ler

sábado, 12 de junho de 2010

SONETO DA FIDELIDADE

0 comentários



De tudo, meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.
E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama
Eu possa me dizer do amor ( que tive ) :
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.


Vinícius de Morais
Ler

Amor é fogo que arde sem se ver

1 comentários



Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luís de Camões
Ler

sexta-feira, 11 de junho de 2010

My Sacrifice

0 comentários


Meu Sacrifício

Olá meu amigo, nos encontramos denovo
Já faz algum tempo, por onde devemos começar? Parece que faz uma eternidade
Dentro do meu coração há uma memória
Do amor perfeito que você me deu
Sim, eu me lembro.

Quando você está comigo,
Eu estou livre...Eu estou descuidado...Eu acredito
Acima de todos os outros nós voaremos
Isto traz lágrimas aos meus olhos
Meu sacrifício

Temos assistido a nossa quota de altos e baixos
Oh, como a vida pode dar voltas tão rapidamente?
Parece ser tão bom reunir
Dentro de si mesmo e dentro de sua mente
Vamos achar a paz lá

Quando você está comigo,
Eu estou livre...Eu estou descuidado...Eu acredito.
Acima de todos os outros nós voaremos
Isso traz lágrimas aos meus olhos
Meu sacrifício

Eu só queria dizer olá novamente
Eu só queria dizer olá novamente

Quando você está comigo,
Eu estou livre...Eu estou descuidado...Eu acredito
Acima de todos os outros nós voaremos
Isto traz lágrimas aos meus olhos

Quando você está comigo,
Eu estou livre...Eu estou descuidado...Eu acredito.
Acima de todos os outros nós voaremos
Isso traz lágrimas aos meus olhos
Meu sacrifício

Meu sacrifício
(Eu só queria dizer olá novamente)

Só queria dizer olá novamente
Meu sacrifício.
Ler

Don't Stop Dancing

0 comentários


Não Parem De Dançar

Às vezes a vida é má e eu não consigo ver a luz
Um forro de prata as vezes não é suficiente
Para fazer alguns erros parecerem certos
O que quer que a vida traga
Eu já passei por tudo
E agora caio de joelhos novamente

Mas eu sei que devo seguir em frente
Embora doa eu devo ser forte
Porque dentro de mim, eu sei que muitos sentem-se desse jeito

Crianças não parem de dançar
Acredite! Você pode voar
Para longe... bem longe

Às vezes a vida é injusta
E você sabe que é claro entender
Ei Deus, eu sei que sou só um ponto neste mundo
Você se esqueceu de mim?
O que quer que a vida traga
Eu já passei por tudo e agora,
estou de joelhos de novo

Mas eu sei que devo ir embora
Embora eu me fira eu devo ser forte
Porque dentro de mim eu sei que muitos pensam desse jeito

Crianças não parem de dançar
Acredite! Você pode voar
Para longe... bem

Será que estou escondido nas sombras?
Esqueça da dor e esqueça das tristezas

Mas eu sei que devo seguir em frente
Embora doa eu devo ser forte
Porque dentro de mim, eu sei que muitos sentem-se desse jeito

Crianças não parem de dançar
Acredite! Você pode voar
Para longe... bem longe

Será que estou escondido nas sombras?
Será que estamos escondidos nas sombras?
Ler

domingo, 30 de maio de 2010

Diferente

3 comentários


Acabei de ver um filme que uma amiga me recomendou Aos treze.
Nesse filme mostra uma adolescente que tenta se enquadrar em um padrão "fora do padrão".
Como o desejo de ser diferente/chamar atenção pode alterar a natureza de uma pessoa. Era possível ver nos olhos da garota que aquele mundo não a pertencia....que tudo o que ela fazia era para ser aceita em um grupo que ela admirava.Muitos querem se sentir diferentes, únicos.....ser aceito em um grupo de prestigio.

Na semana passada, pude um grupo de góticos entrarem no trem ao qual estava. A primeira reação de todos foi de susto. Pensaram naturalmente : um bando de marginais com capas presta e maquiagem macabra. Depois algumas pessoas(infantis) começaram a zoar. Ficaram um tempo no mesmo vagão, mas cederam aos insultos e foram pra outro.
Não sei se eles tiveram/tem uma infância conturbada.....se a atitude de estar fora do padrão(do que a sociedade diz normal) é uma resposta para seus sofrimentos.

Tenho que confessar que não sei se uma família com diálogos produz filhos normais(no padrão do da sociedade) e uma família conturbada produz filhos revoltados....vejo que existe vontades interiores que movem pessoas a buscarem suas diferenças.....ou melhor....a mostrarem que são diferentes.

O que não me conformo é ver pessoas querendo fazer parte de um grupo que vão contra os bons principios. Grupos que não tem nada a acrescentar....só o que esquecer....
Ler

domingo, 23 de maio de 2010

Questão de oportunidade?

0 comentários



Sempre vejo o reporte Record. Postei um comentário no site deles. Resolvi postar aqui o que escrevi( claro que vou mudar um pouquinho)

Existe um submundo que muitos não sabem ou não querem se importar em saber. Prostituição, roubo.....essas atitudes podem ser aparentemente "explicadas" por uma vida dificultada pela miséria, falta de emprego, mas será mesmo? É difícil ter uma resposta "justa", não estou na mesma situação...tenho meu emprego, não vivo na linha da miséria pra sentir o gostinho do que é “não ter nada pra comer”. Acredito que seja difícil viver todos felizes, a miséria sempre existiu, mas se puder fazer com que uma pessoa a menos se drogue, uma garota a menos tenha que se prostituir pra poder comer.....acredito que valerá a atitude. Vi um filme bastante interessante “ Escritores da Liberdade” onde pessoas que são consideradas escória da humanidade quando se é dado atenção e oportunidade, mostram-se diferentes do que os pré-conceitos e pré-julgamentos professam como verdade.
Ler

domingo, 16 de maio de 2010

Minha mascara

0 comentários


Existe uma formula para ser bom?
Porque quanto mais se quer chegar a perfeição, se vê que está longe dela?
Será que sou ruim?
Possuo a resposta para a ultima pergunta: sim.
Não quero ser bom só quando sou motivado, mas sim, mesmo sendo motivado a ser a pior pessoa do mundo, ser bom. Que droga que sou assim....um péssimo exemplo de pessoa. Sinto minha alma me contorcer...não quero ser assim....mas sou.....sou motivado a ser.
Poderia viver em outra realidade, ter uma família igual aos que vejo todo o dia....com seus problemas, mas que se amam. Não ter frieza em vez de calor. Não ter que fingir que sou forte(escondendo minhas emoções) quando sou fraco....quando quero chorar.
Tenho vontade de ir pra qualquer lugar, menos estar no ambiente onde vivo. Eu sei que essas palavras são fortes, típicas de um menino revoltado por não ser compreendido ou por não ter tido seus desejos realizados.....uma pessoa infantil, simplificando. Meus problemas são bem maiores. Tenho vontade de acordar e ver que tudo não passou de um pesadelo. Ver que sou amado, que me colocam esperanças de ter um futuro brilhante.
Não sou uma boa pessoa, minhas atitudes muitas das vezes são impensadas.
Eu sei que falei muito aqui (mais que eu normalmente coloco aqui) mas estou me desabafando. Mão vejo alguém capacitado a me dar um conselho desse nível. Não quero ouvir historinhas que isso tudo vai passar. Só quero falar, falar pra poder me desafogar, me desvencilhar dessas mágoas.
Ler

sábado, 8 de maio de 2010

Motivos pra escrever

1 comentários


Surgem momentos que anseio entrar em meu refúgio, me desabafar, o que me leva a escrever (infelizmente não escrevo o quanto desejo por falta de tempo...). Parece que tudo o que quero desabafar se transforma em letras(mesmo as vezes mal arrumadas)
Normalmente gosto de escrever quando estou mal(flui melhor). Por isso parece que vivo em um constante depressão. Tenho meus momentos bons, só não costumo escrever. Vou procurar mudar esse mal hábito.
As vezes vejo quanto diferente sou, como não me enquadro nos padrões normais....nem nos anormais....rs
Essas particularidades nos faz seres interessantes, seria monótono se todos fossem iguais, sentimentos facilmente decifráveis....
Tenho momentos que quero simplesmente ficar na minha, isolado no meu canto, mas pro bem da civilidade tenho que ser social(mesmo não querendo nesses momentos)....
Chega por hoje esse momento "falando sobre mim"...rs
Ler

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Porque não é facil ter uma amiga garota?

0 comentários

Como ter cuidado e carinho sem parecer que está querendo tirar vantagem.... querendo cantar?
Será que ela pensa que estou afim dela?
Essas perguntas disparam meus pensamentos ultimamente.
Ter vontades de consolar, mas me controlar por simplesmente medo, medo de que a outra pessoa pense que estou gostando( de outra forma).
Poderia ser simples, ter como estampar na testa algo do tipo " eu gosto de vc só como amiga" com isso, poderia me entregar a essa amizade.
Mas não sei como mostrar/demostrar esse sentimento. Por isso tento ser o mais natural possível.

OBS:a um tempo jurava nunca mais fazer amizade com pessoas de outro sexo.
OBS2: Mas uma vez fazendo meu blog de diário.
OBS3: nessa foto eu sou o cachorro feio e ela a gata...heheheh
Ler

terça-feira, 4 de maio de 2010

Um tópico que ia apagar mas resolvi postar

0 comentários
Eu estava me preparando para apagar esse tópico.
Quando escrevi estava vendo que daria uma ótima postagem, mas depois que criei o texto, acho que ficou muito apelativo, tipo " não ligo para o que os outros pensam de mim.....mas no fundo ligo sim"..... mas vou postar assim mesmo.


Não tenho um texto em mente....um tema...mas sim pensamentos(não que eu esteja transformando meu blog em diário, mas sempre acabo fazendo isso... rs)

Hoje resolvi jogar conversa fora ( eu usando uma linguagem bastante coloquial, como se eu gostasse do formal(só uso pra ficar bonitinho)).

Tem um tempo que tenho observado algo....superioridade sentimental. Eu sei que muitos acreditam ser crescidinhos nessa área, mas será mesmo?

Administrar os sentimentos parece ser algo simples ( não sei porque muitas mulheres acham isso), mas não vejo dessa forma.Não demonstrar, não significa a inexistência dessa fraqueza.

Não acredito que possa atingir o ápice da experiência somente lendo livros( leio muito livros que tratam de sentimentos humanos..aff) ou por ter tido uma desilusão(eu já tive). Pra falar a verdade, não sei se ser superior, conseguir controlar 100% seja possível.
Não me considero superior, já faz tempo que deixei esse pensamento. Não me importo mais, não fico mais frustração com o que os outros pensam. Não ligo se alguém pensar ou deixar de pensar sobre mim.
Ler

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Além da imaginação

2 comentários
Ontem, me deparei com um texto que me chamou bastante a atenção. Se desejar ler, clique aqui. Eu sei que muitos (aparentemente) ficam contentes se puderem viver confortavelmente,ter uma família....e depois a morte. Se conformam com “só isso”. Mas será que viver uma vida “comum” não os deixa insatisfeitos as vezes? Estou falando que uma vida monótona, sem nada interessante não os estressa as vezes. Não quero ter uma vida normal simplesmente, do tipo: ter um bom emprego, formar uma família( muitos acham que isso é imprescindível pra ser “realizado” na pobre vida que tantos problemas nos trás..aff) e morrer.
Não vou ter uma vida assim, não é um vontade “infantil” mas sim algo que está sendo gerado a um bom tempo. É certo que não consegui entrar no espaço ciência na minha faculdade por não ter tempo( mesmo tendo sido convidado *-* ), mas sei que ainda vou conseguir.
Porque nem tudo é fácil pra quem quer ser útil? As vezes parece ser questão de sorte, estar no lugar certo na hora certa pra poder ter uma vida “fora do comum”.


Em baixo demonstro meu projeto, (na verdade não posso dizer que seja meu pois já possui proóticos). O que quero é fazer um usando dínamo para transformar energia cinética em elétrica, com isso, ascender "pelo menos" um led. Mesmo que gere uma carga baixa, será um mecanismo que poderá ser um gerador de energia limpa e barata.


Ler

domingo, 11 de abril de 2010

eu christiane 13 anos drogada e prostituida

0 comentários



Um ótimo livro que estou lendo, indico.....
Ele está no meu not( em pdf). Não gosto de ler livros assim, mas esse não deu pra resistir. Já estou viciado na história da christiane......muito bom!!!
Ler

palavras ao vento

0 comentários


O tempo corre, ele se mostra veloz quando em minha mente surgem lembranças de tempos que antes eram o presente. Vejo o quanto já cresci, o quanto amadureci. Mesmo se em algumas áreas possa me mostrar imaturo, acredito estar aprendendo com erros cometidos.
Quero ser maduro, não simplesmente me mostrar ser, mas ser mesmo que me julguem o contrario, por talvez minha aparência ou timidez.
A cada dia tenho visto pessoas que se mostram tão infantis, tão superficiais.
Será que existem duas classes de pessoas, as que pensam e as que seguem tendências?

Obs: vou ver se escrevo com mais regularidade. Confesso que ultimamente não tenho tido vontades de escrever( antes eram um vicio ). Meu ultimo tópico já da pra dar uma idéia de como estava me sentindo. Mas já estou bem melhor, não sou fraquinho pra entrar em deprê....rss
Ler

domingo, 4 de abril de 2010

O que passa no Interior

2 comentários


O que adianta sorrir se no interior queria estar chorando. O que adianta querer ser sociável quando na verdade se quer estar enclausurado numa torre alta e distante de tudo e todos.
Será que á algo errado comigo? Será que deveria ser menos complexo, viver o que demonstro sentir?
Que droga, não quero ser exemplo de nada, quero poder viver.....mas a cada dia sinto preso, sem direito a estar feliz.
Porque tem que ser tudo difícil? Ter que lutar contra tudo. Ansiar um pote de ouro no final não é nada confortador algumas vezes.
Mereço um troféu por não querer se igualar a comportamentos que repudio, ou será que não mereço nem um aperto de mão por estar fazendo nada mais que minhas obrigações?
Sinto meus sentimentos se rebelando dentro de mim.
Que adianta ler tantas literaturas se sofro por administrar a “não depressão”.
Tenho medo de mesmo lendo o livro do “Kai Hermann e Horst Rieck” não sirva de nada em minha vida.
Ler

domingo, 14 de março de 2010

Continuando a escrever

0 comentários


Essa é a parte quando o Eduardo encontra uma garota que chama a sua atenção.
é uma parte do livro que estou "tentando" escrever....
vocês poderão notar que tenho muito o que organizar em relação a normas gramaticais. Mas o que estou postando aqui é só a ideia do que quero no livro. Ainda falta acertar muitas coisas. Por isso, nada de rir com meus erros...rs

Aquela garota passando pela minha rua mexeu com todos os meus sentidos. Não sei o porquê já que sempre passava em frente a minha casa. Mas dessa vez foi diferente, olhei de uma forma que nunca tinha feito antes. Mesmo não querendo sentir esse sentimento, estava começando a sentir. Vejo quanto frágil fico por pensar assim.
Tenho muito o que estudar, o muito que viver, não posso ficar simplesmente “gamadinho” - foi o que pensei na hora. Eu sei que esse pensamento nada condiz com minha pouca idade, 16 anos, acredito que não era uma pessoa nada normal –.
O nome dela era Letícia, mas muitos a chamavam de Lê. Morava na mesma rua que a minha.
Era um ano mais nova que eu, ou seja, tinha 15 anos.
O seu Pai me botava medo, com um bigode imenso, era um monstro em pessoa. Ele era viúvo, a mais de 1 ano. Acredito que esse era o motivo de nunca o ter visto sorrindo.
Fui pra escola nesse dia, mas esse dia era diferente de todos os outros na minha breve existência. Ela sentava na frente. E eu, sempre lá trás na turma da bagunça. Me lembro que Lê sempre estava pronta pra responder as perguntas que eram feitas – um orgulho pra qualquer professor - Estamos no 3 ano do ensino médio, estudávamos em um colégio federal, o ensino era legal. Ela sempre andava grudada com suas amigas. Eu nesse dia me lembro de ter comentado com Roberto enquanto olhava pra ela – Roberto também estudava comigo, mesmo não sabendo direito como conseguira passar na prova de admissão desse colégio, já que era um pouco difícil -. Eu disse:
- Ela é muito inteligente né.
- o quê, quem? Perguntou Roberto
- A Lê –respondi -
- Ah, é sim, porquê? - com um sorrisinho meio que entendendo o verdadeiro intuito de estar falando nela perguntou Roberto. -
- Por nada - respondi como uma geladeira em pleno polo norte, friamente pra não descobrir o meu interesse. -
Mudei de assunto rapidamente. Ricardo estava do meu outro lado, pedi a borracha fingindo ter errado alguma coisa.
Ricardo me perguntou quando eu ia ficar com alguma garota – odiava quando me pressionavam, sempre parecia que estavam desconfiados da minha masculinidade –
Claro que não falei da lê, pois sabia que se Ricardo soubesse do meu interesse, iria correndo contar pra ela- já que era seu irmão-
Menti dizendo que tinha ficado com uma garota um dia atrás – o quê? Eu menti por uma causa nobre, não ser zoado por todo o ano. Imagina o quanto de dinheiro estava livrando meu pai de gastar com os tratamentos psicológicos que possivelmente teria fazer-.
Ele disse que estava afim de uma garota. A Marisa também era linda, mais uma presa fácil pro sua lista de conquistador barato.
No outro dia, por motivo que desconheço, estava me vestindo melhor, usando perfume escondido do meu pai. Como no colégio deixava usar roupas comuns, fazia uso dessa regalia.
Quando cheguei, meu coração foi a mil, não por estar contemplando seus lindos olhos azuis, mas o contrario, sua cadeira estava vazia, o que aconteceu, será que se mudou por algum motivo macabro do seu pai carrasco. Segundos antes de começar a pensar em me jogar do 4º andar a Lê entra na sala. Segundos intermináveis me fizeram sonhar,quase delirar com sua beleza.
De volta a normalidade, fingi prestar atenção no que a professora estava falando.
Ler

sexta-feira, 12 de março de 2010

se deve amar?

0 comentários


Não me considero um ser infantil.......mas muitas das vezes me pego fazendo criancices. Não sabendo lhe dar com meus sentimentos.
Que droga, as vezes queria me transformar em um durão, não pensando em relacionamento, só me preocupar em estudar.
Quanto mais eu quero ser assim, mas eu vejo que estou caminhando em outra direção. O que eu faço de errado?
No mundo “pensador” esse ato é digno de seres inferiores, se entregar ao amor......cada dia me sinto mais mais um em uma multidão.....menos inteligente.
Conheço diversas pessoas “duronas”, que adotam uma forma de encarar esse sentimento, mas será que são mesmo assim? Será que não enfrentam uma luta entre “acreditar que um dia irá encontrar um grande amor” e “não existe amor”....
Estou cansado de pensar que pessoas olham pra mim com sentimento de pena, que devem acreditar que sou uma pessoa de mente limitada nessa área.
Eu sei que nós humanos erramos, mas não quero ser um simples bobinho que comete erros infantis.
Eu penso, tenho sentimentos, mesmo que em meu exterior não demonstre isso. Como ser normal e ao mesmo tempo não estar preso em um mundinho. A resposta está em viver e não se preocupar com o que os outros pensam....não sei.
Vou ter que frequentar uma escola pra prender como dar com meus sentimentos?
Não estou chorando, implorando por uma reconsideração aos julgamentos que são feitos contra mim(mesmo que não existam).
Estou cansado de ter que rir quando é me dado oportunidade de ser sociável, mas na verdade em meu interior está em conflito, uma briga entre razão e sentimentos.
Ler

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Te amo de verdade

0 comentários



Quero te provar
Meu amor por você
Que em meu coração
Só encontra você
Quero te ver

Te amo

Palavras podem jorrar
Lindas frases se encaixarem
Mas podem não te tocar
Mas não vou me cansar
De te falar

Te amo

Não me importo se duvidar
Pois sempre vou te amar
Contigo quero ficar
Não ligo
Ter que esperar

Te amo

Pois com você
Sempre quero estar
Custe o que custar
Sempre vou te amar
Ler

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Idéias estão vindo

0 comentários



Como sou mais da área de exatas, tenho desculpas pros erros de pontuações que possivelmente estarão prestes a ver no meu texto, rs....brincadeira.
Estou ainda engatinhado nesse mundo de escritores. Ainda não passa de um sonho infantil. Talvez possa largar de mão como uma criança que enjoa de um brinquedo que achava tão legal. Espero que possa levar esse entusiasmo até o fim.

O Roberto era um garoto legal, diferente dos demais que eu tinha como amigos. Ele me entendia mais que meu próprio irmão. Tinha uma vida difícil, problemas familiares pra ser mais específico, mas sempre estava com semblante alegre. Isso que me contagiava, me fazia querer ficar perto dele. Eu já fui diversas vezes na casa dele, lembro-me um dia que estávamos conversando algo banal e veio o almoço - meu pai não gostava que eu comesse lá, dizia que a comida poderia me fazer mal - era uma comida simples, nada do que estava habituado a comer. Era uma espécie de grude, é assim que eu posso classificar aquele gosto terrível que impregnou o meu paladar durante toda aquela semana. É claro que como toda boa criança sabia mentir direitinho, acredito que era a única coisa que sabia fazer melhor. Disse que estava muito bom. A senhora Neuza ficou feliz e me colocou mais porção, maldita hora pra mentir. A casa dele era simples, não tinha nada que me pudesse colocar algum brilho nos meus olhos. Tinha a parede mal pintada, era uma casa que tinha o telhado feio, eu sinceramente teria vergonha de chamar qualquer pessoa pra almoçar se morasse em uma casa dessa. Isso parecia que não abalava Roberto, ele parecia que não ligava pra nada disso, não ligava em ter uma casa caindo aos pedaços e uma comida horrível que se dizia como almoço.
Tinha inveja de como ele encarava a vida, tão simples. A mãe dele me perguntou como estava meu pai, eu respondi que estava bem, mesmo não entendendo o porque os adultos perguntam isso se todos respondem que sim, parece que gostam de ouvir mentiras.
A conversa era vaga, sobre coisas do dia a dia, nada igual ao que estava acostumado a ouvir, crises mundiais, mercado de finanças- até hoje não entendo com funciona esse mercado-. Eu, como uma boa visita, sempre parecia entretido com tudo aquilo a minha volta, aquele patético showzinho que aqueles palhaços estavam fazendo. Depois de conseguir comer, de ter lutado contra meus enjoos, consegui terminar. Chamei Roberto pra irmos para minha casa jogar vídeo game, e claro, também pra me gabar por ter uma coisa que ele não tinha- entre muitas-.

( partes do meu futuro livro....doideira né)
Ler

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Um livro




Estou escrevendo um livro, eu sei que não possuo uma mente privilegiada ...sou de longe escritor, mas vou escrever assim mesmo.
Eu fico lendo grandes livros, nossa...como o escritor consegue imaginar tudo isso....como consegue encontrar tempo pra escrever todos esse livros..ohhhh.
Não possuo uma vida que se pode dizer tranquilo, estudo trabalho e luto pra encontrar tempo para minha vida social.
Mas, vamos ao que interessa, o livro, ele fala sobre algo que gosto de ficar horas conversando, a busca dos sonhos. O mundo é cruel, não acredito que bastando ter um sonho perseverante que obterá sucesso. A vida real é diferente que nos contos de fadas.
Quero mostrar isso, a vida de umas pessoas que tem sonhos, e o que irá acontecer com elas....com seus sonhos. Não quero ser um escritor pessimista, apenas encarar a realidade.
Eu já pensei como vou escrever, vou primeiro criar a história, depois entro com as pesquisas( quero criar um livro inteligente).
Acredito que irá demorar muito tempo até que fique pronto. Não tenho pressa, só quero que seja um livro que as pessoas se emocionem, que vivam o que estão lendo.

vou postar um pouco que estou escrevendo
OBS: como estou no começo, posso mudar até tirar essa parte....


Porque muitas pessoas não conseguem conquistar seus objetivos? (o que penso agora)

Lembro-me que estava cansado, tenho que confessar que não me lembro do por que. Sei que tinha acabado de acordar. Era um dia frio, estava descoberto, por ter me revirado durante a noite. Depois de me espreguiçar – e como me espreguiço- levantei da minha cama. Percorri o corredor da minha casa nova. Sempre ficava perdido por sempre estar em uma casa diferente. Dessa vez, meu pai tinha acertado, essa casa era a melhor que já tinha ficado. Com 3 andares e uma vista incrível, era a de botar inveja. Eu sei que parece que criança não liga muito pra isso, mas eu ligava. As vezes surgia um sentimento que não gostava muito, um orgulho doentio invadia meu ser.
Ainda não tinha ambições, aquelas que estavam prestes a invadir como um ladrão todo meu ser. Era feliz e não sabia.
Ler

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Quanto vale uma amizade?

0 comentários


Resolvi falar de amizade nesse post por estar passando um momento que favorece comentar.
Quero mostrar que ser amigo está acima de pequenos contra tempos.
Ninguém é igual a ninguém, somo todos diferente, possuímos pensamentos próprios, vontades.....essas características podem ser boas ou ruins, isso irá depender como nós iremos reajir a elas.
Vejo que as vezes é muito difícil manter um amigo. Por ver o quanto seu jeito de ser “único” mais afasta do que atrai. Mas então o que fazer? Deixar pra lá.....conseguir outro amigo?
Não, não vejo como solução um abandono repentino.
Amizade é isso, é conhecer e suportar os defeitos de cada um que nos cercam.
Acredito que se uma pessoa não consegue suportar a outra enfrentará problemas até mesmo em um casamento. Pois como irá conseguir manter a união quando só pensa em desunião.
Não gostar de ter amigos pode ser um grande problema(minha opinião).....somos seres sociáveis, gostamos de nos relacionar.
Tem amigos que estressam as vezes, nos fazem ficar com vontade de nunca mais falar, de cortar o laço que existe. Suportar, esse (pra mim) é um grande requesito pra ter amigos de verdade, saber que as pessoas são falhas, podem errar...nós temos nossos defeitos, porque não as outras pessoas não podem ter as delas?
Ler

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Apenas mais um livro

1 comentários


Estou lendo um livro maravilhoso......tenho que confessar que estava lendo um outro “ A menina que roubava livros” só que minha cunhada se apossou gentilmente desse livro me restando ficar lendo esse......sou bom de coração ,...burro....rs
Falando do livro, se chama A cidade do sol(do mesmo escritor de “ o caçador de pipas). Quando vi vendendo na prateleira escondidinha das lojas americanas sabia que deveria comprar. Como em passe de mágica estava já dando o dinheiro pra caixa, que me perguntou por um motivo que desconheço, se estava interessando em apenas saber o preço ou ia comprar( talvez pela minha aparência, uma pessoa sem cultura, rs)
Não me arrependo de cada centavo dos R$: 16,99(baratinho) que paguei nesse livro.
Estou no 4º capitulo ainda, não quero parar de ler, mas trabalho....tenho que dormir...que coisas chatas.
Ler

domingo, 24 de janeiro de 2010

Saudades de ti

2 comentários


Minha vida tem se resumido a “viver” simplesmente. Tem tanta coisa pra fazer, porque parar um tempo pra olhar para Deus?
Na minha tentativa de viver racionalmente, acaba me atrapalhando minha vida espiritual. Pra falar a verdade, tem um tempo que não vou a um culto de Domingo à noite na minha igreja.
Como ter uma fé racional e mesmo assim conseguir adorar a Deus....? essa pergunta ecoa nos meus pensamentos...
Não quero viver como um simpatizante de uma religião ou ir pra uma instituição religiosa por acreditar que se não for, irei para um “inferno”, aquele que foi usado na igreja ao longo dos séculos pra colocar nos eixos seus seguidores.
Ultimamente ando muito desacreditado em “ser evangélico” por ver erros pregados que não condizem com a bíblia(não digo na minha igreja, mas sim de âmbito geral). Mesmo que não queira me prender a essas coisas, é muito difícil.
Muitos mitos e fábulas que acreditava foram se acabando, me deixando como uma criança que descobre a verdade sobre um conto de fadas. Aqueles brilhos nos meus olhos que irradiavam......já deixou de existir.
Encantos que antes rondavam e me enchiam de alegrias, hoje não existem mais . Tanto conteúdo que a cada dia vem surgindo....livros como “porque você não quer ir mais a igreja?” acabam com as instituições religiosas.
Não quero pensar que só porque luto pra ser certinho sou digno da minha salvação.....que pobre sou por seguir esse pensamento.....
Mas sim seguir a cristo verdadeiramente, sem contaminação por doutrinas humanas.
Porque eu “penso?” porque simplesmente não sigo sem pensar.....creio que seria mais fácil.
Eu sei que o que acabei de dizer é uma grande mentira.......mas se dizer repetidas vezes pode se tornar verdade.
Meus princípios permanecem, meus desejos são controlados por amor a Deus....
Mesmo tendo esses lapsos de arrependimento de ter acordado de uma matrix religiosa....
Gosto de pensar, de contestar o que vejo. Acredito estar mais "acordado."
Ler

domingo, 17 de janeiro de 2010

E certo estar errado?( para a sociedade)

1 comentários


Escolhas......nossa vida é regida por elas. Às vezes o errado se torna certo(aparentemente), por “todo mundo fazer”. Não gosto de seguir o fluxo da multidão, gosto de ter minhas próprias decisões.
Isso é difícil, seguir na contra mão do correto pra muitos....parece que sou errado. Olhar para os lados e me perguntar “ que recompensa vou ter por lutar contra minhas vontades”....
As vezes me sinto preso por regras, me dá vontade de me libertar, de ser livre pra fazer o que me dar vontade. Não me importar com consequências, nem ligar pra nada.....
Tudo poderia ser mais simples, não ser tão difícil. Eu tenho princípios que “sigo” acredito que poucos possuam isso com minha idade, mesmo aqueles que conseguem seguir, não conseguem manter por muito tempo. Esses princípios estão me desgastando. Parecem barreiras que serão destruídas por questão do tempo. Não quero isso, mesmo vendo que cada vez está caminhando pra um fim inevitável, onde não existirá mais essa “regra”.
Eu sei o que irá acontecer comigo se isso se realizar, minha vida irá mudar completamente.
Muitos que estão lendo isso, estejam se perguntando “ que será esse meu principio que tanto me aflige??????”. Vou dar uma dica, está ligado a se manter assim até o casamento. Com essa dica acho difícil não perceberem minhas lutas, rs.
Acredito que vou ser bem sucedido na minha batalha entre minhas regras/minhas vontades. Tenho que sair vencedor ( mesmo me considerando fraquinho nessa área, rs).
Sei que conseguindo sair assim, mesmo que não tenha uma recompensa no final....um pote de ouro......não estarei banalizando o que pra mim é umas das maiores demonstrações de amor.....
Ler

domingo, 10 de janeiro de 2010

Nem tudo é fácil

0 comentários


É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada
É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer pelo dia de hoje, assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil enxergar o que a vida traz de bom, assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar.
É difícil colocar-se no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
Se você errou, peça desculpas...
É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o...
É difícil perdoar? Mas quem disse que é fácil se arrepender?
Se você sente algo, diga...
É difícil se abrir? Mas quem disse que é fácil encontrar
alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça...
É difícil ouvir certas coisas? Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o...
É difícil entregar-se? Mas quem disse que é fácil ser feliz?
Nem tudo é fácil na vida...Mas, com certeza, nada é impossível
Precisamos acreditar, ter fé e lutar
para que não apenas sonhemos, Mas também tornemos todos esses desejos,
realidade!!!

(Cecília Meireles)

sou muito complicado....aff
Ler

domingo, 3 de janeiro de 2010

Amor distante

11 comentários


Enquanto mais cresce o acesso a internet, mas amizades sem fronteiras são criadas. Com o tempo, as conversas que se perdem pelas madrugadas, vão criando um laço forte....se descobre coisas incomuns.....que não são achadas em qualquer lugar......Alem de uma amizade, um amor pode nascer..
Só existe um problema pra mim( se posso chamar assim), a distancia. Existem pessoas que não veem nisso um empecilho. Pra elas, se ver de vez em quando( quando puder) e tão natural quando um namoro "presente".
A minha opinião..... Imagino como deve ser amar mas estar separado.....deve ser muito ruim.
Eu sei que algumas vezes não é possível mandar no coração( por isso tento doma-lo com rédeas fortes para não cair nesse caso).
Não que um relacionamento se restrinja a presença física, beijos, caricias.....
Eu acho que tem que haver confidências......sabe..... desabafar. se conhecer.
Mas existem horas que um cafuné fala mais que mil palavras.....um abraço mas que mil declarações de amor.
Por isso não quero namorar uma garota de longe. Não quero sofrer por não ter a presença de quem amo.
Isso é o que sinto....penso....eu sei que derrepente você possa ter uma opinião totalmente diferente....mas essa é a minha.....

Devem existir muitas pessoas que fazem essa pergunta: porque pessoas legais moram longe?
Ler

sábado, 2 de janeiro de 2010

Amor

4 comentários


Amor, não é se envolver com a pessoa perfeita,
aquela dos nossos sonhos.
Não existem príncipes nem princesas.
Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos.
O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser
(desconhecido)
Ler

ótima leitura

1 comentários



Acabei de Ler a cabana. Levei muito tempo pra acabar. Sempre dava uma enrolada pra ler....deve ser porque levo uma vida corrida :P
Pude ver a grande tristeza se dissipar de Marck. Ver seu ódio....se tornar em amor. Mas isso não foi fácil de acontecer. Sua repulsa a qualquer tipo de perdão o fazia cada vez se fechar em um mundinho que nem ele queria permanecer. Tentava se mostrar durão, mas só ele sabia o quanto sofria. Imagino quantos devem se sentir assim. Trazerem um profundo mal, enraizado.....que a cada dia te leva a se isolar, te fazer acreditar que nunca será normal.....nunca será livre.
É difícil encontrar palavras pra consolar o aparente inconsolável. Fico tentando escolher lindas palavras pra tentar ajudar todos que sofrem, mas creio que isso não seja relevante. Não são as palavras encaixadas com perfeição que irá fazer alguém ser consolado, ser curado. Creio que é fazer enxergar que ele/ela pode se livrar, pode ser normal...sorrir outra vez sem pressão por querer demostrar uma coisa que não é....sem querer dizer pros outros que é feliz, mas viver uma mentira.

Tirando umas coisas que achei um pouco "estranhas", pelo conteúdo em sí, vale cada página lida.
Acredito que tenha ajudado a muitas pessoas que se encontram em grandes tristezas.
Recomendo a leitura, mesmo que você não acredite em Deus.


Não há sofrimento na Terra que o Céu não possa curar. — Autor desconhecido
Ler

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Mal incuravel.....sem antídoto.

0 comentários


Acreditar que é impossível deixar de lado as magoas passadas, os traumas vividos , talvez seja a melhor maneira para um conformismo no estado depressivo que se vive.
Existem pessoas que não acreditarem numa recuperação, pra elas, não existe cura para os ferimentos sofridos.

Não quero acreditar nisso.

Mesmo vendo pessoas professando ser um estado perpetuo para seus sentimentos....que acreditam estarem condenadas a vagarem em um mundo preto e branco

Independente dos traumas sofridos, acredito numa recuperação. Sei que posso parecer infantil de mais acreditando nessa ressurreição dos velhos tempos( se existiram), mas acredito.
Eu consegui sair, não acho que seja o único. Quando mais se deixa de lutar, mas se distancia da realidade. Ficar cego, é a forma que age esse mal....a depressão. Não ver o que está em sua volta, te faz cada dia ficar mais doente.....vontade de se distanciar de tudo e de todos.

Existem dias que não tenho no que me alegrar, a depressão parece que é apaixonada por mim, sempre está no meu pé pedindo pra voltar. Estar numa depressão ou ficar fora dela, é escolha minha, não coloco culpa nas circunstancias que passei. Não vejo desculpa plausível para nunca sair de uma depressão.

Não estou dizendo que considero "fracas" as pessoas que estão mortas sentimentalmente....mas sim que, pra ter um mundo colorido, depende de você, o lapis colorido está em suas mãos.......usar ou deixar de lado é sua escolha......você não esta presa eternamente a isso.
Ler
 

A opinião contrária © 2008 Business Ads Ready is Designed by Ipiet Supported by Tadpole's Notez