.

domingo, 5 de setembro de 2010

Casar pra quê?




Por um tempo me perguntei em qual blog eu deveria postar esse texto. Não sei se posso qualificar esse post como uma opinião. Acabou que resolvi postar por aqui.

Meus pais são separados, onde deveria existir exemplos a serem seguidos só existem exemplos a não serem seguidos. Como juras de amor podem ser simplesmente esquecidas?

Vou amar-te na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza, até que a morte nos separe.

Um dia quando criança, ouvi algo que lembro até hoje "Não se deve procurar pessoas pra ter um relacionamento que tenham enfrentado algum problema familiar, pois elas tendem a seguirem os mesmos passos de seus pais."

Estou condenado a fazer as mesmas coisas que reprovo?

As pessoas tem suas escolhas, mesmo perdendo suas referencias. Claro que essa desvantagem de uma falta de um espelho a ser seguido faz um pouco de falta. Essa falta posso explicar como uma inexistência da figura paterna moldando sua personalidade. Nada que observar os erros dos outro e um pouco de leitura não resolva..rs

Entrei em um blog na qual a autora dizia "Até hoje nunca ouvi uma jura de amor eterno mais bonita e mais falsa do que esta(a que está destacada em vermelho). Não acredito em juras de amor eterno."
Na verdade, esse pensamento não está restrito a dona desse blog. Muitos hoje em dia perderam a fé no casamento. Diversas vezes ouço de pessoas no meu trabalho coisas do tipo "Quer um conselho? nunca se casa".

Será que elas foram infelizes porque casaram com a pessoa errada? .....mas espera.....existe a pessoa certa?


Não acredito em alma gêmea, que uma pessoa esteja destinada a ficar com alguém, e esse alguém seja a(o) única(o) capacitada(o) de te fazer feliz.
Mas então como ter um casamento estável em meio a tantas separações?

Acredito que não exista uma formula mágica. Poderia dizer que "só com um casamento planejado é possível alcançar a estabilidade" mas existem diversos casamento que não foram planejados e duram até hoje( tenho um tio que é prova disso).
Você poderia dizer " tem que haver Amor entre os 2". Ai vem a famosa frase "amor não paga contas". A maioria das brigas familiares são motivadas por falta de dinheiro.

Se desejo que um tem pelo outro for superior a vontade de se separar, dificilmente irá fracassar essa união. Problema todo casamento enfrenta. A diferença está em se querem enfrentar juntos ou separados.

3 comentários:

Anônimo disse...

Eu gostei muito do texto e o tema gera muita polêmica...Eu acredito que o casamento é como uma planta, é preciso regar todos os dias, tirar as ervas daninhas que ali estejam por perto, tratá-la com o mesmo carinho e respeito de sempre...Só assim ela consegue permanecer bonita, forte e duradoura!

Unknown on 15 de janeiro de 2011 21:02 disse...

Oi Rodrigo, adorei os postes, as músicas. Parabéns pelo blog!
Tava lendo que você disse que fazia matemática e mesmo sendo da area de exatas gostava de ler e escrever e achava isso estranho. Mas não é, o meu maior idolo Paulo Freire, era um matematico e no entanto escreveu obrar de divina importancia. Vc tem mto potencial. Abs!

Rodrigo on 16 de janeiro de 2011 10:42 disse...

Um matemático escritor, ou melhor, um aspirante a matemático aspirante escritor, rs.

E você, estuda?

Postar um comentário

 

A opinião contrária © 2008 Business Ads Ready is Designed by Ipiet Supported by Tadpole's Notez