.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

A razão é um sol impiedoso; ela ilumina, mas cega.(Romain Rolland)





Eu tenho que confessar uma coisa, estou me tornando muito racional em alguns assuntos, pra ser mais específico...em relação a Igreja(templo fisico) ...
Não consigo entender quando vejo alguns evangelismos que são feitos nas praças(não generalizando).....deixa no ar um "Se arrependa, Jesus está voltando, venha pra minha "religião" ela é a certa!"
OBS: Se você não é membro de uma igreja, você vai pro inferno, está desviado.
Deveria ser pregado O seguir a Deus, não a igreja.

Antes, faltar um culto era algo intolerável pra mim....ficar em casa vendo fantástico....pecado mortal....Deus não ia se agradar disso, ia me castigar com certeza.
Julgava muito as pessoas, quando via alguém que não ia a uma igreja, por exemplo, achava que ela era vazia, que ia pro inferno, sem levar em conta a vida que ela possivelmente poderia levar com Deus. Ou quando também uma pessoa me falava que acreditava em Deus, que tinha um relacionamento com Ele fora da igreja.....hum....inferno na certa, rs.

Hoje penso diferente, vejo que o mediador entre Deus e os homens é Cristo....mas muito substituem pela igreja(templo físico)
Tenho medo de me afastar da fé, me tornar racional de mais....me tornar um sético de carteirinha.
Eu tenho princípios que sigo, leis morais, bíblicos...sei que me desviar delas, o Espírito Santo que habita em mim não se agradará. É uma luta constante pra não cair(Efésios 6:11 - 1 João 3:8). É difícil se manter firme, quanto mais sendo jovem, tenho minhas vontades....
Estou sentindo que não estou vendo a igreja como antes, por ler tantos textos/livros, conversar sobre esses assuntos, vejo que minha opinião está mudando.
Não estou dizendo que vou sair dessa instituição, mas digo que não me chateia mais ficar em casa num domingo a noite.
É difícil....

3 comentários:

Tatiane Rosa on 25 de novembro de 2009 01:25 disse...

Eu já passei por isso que vc está relatando,eu já passei 3 anos longe da Igreja,e digo que se dizem por aí que vida de Cristão não é fácil,a vida de Cristão fora da Igreja é muito pior...
Quanto a parte "Estou sentindo que não estou vendo a igreja como antes, por ler tantos textos/livros, conversar sobre esses assuntos, vejo que minha opinião está mudando.
Não estou dizendo que vou sair dessa instituição, mas digo que não me chateia mais ficar em casa num domingo a noite."
Passo por isso todo domingo,não sou de ver programação televisa,pois os seriados que curto ver são apartir das 22/23 hrs,então se a relação for tv nada me impediria,me bate arrependimento por faltar aos cultos,me arrependo por as vezes cantar e faltar aos cultos,já pensei em sair do ministério da Igreja,mais eles nunca deixam,por ter família mundana,conturbada etc e etc,nunca consigo obter uma comunhão completa,não consigo ler a bíblia,não consigo ensaiar os louvores,na verdade nunca sequer soltei uma nota de louvor dentro de casa,porque me mandam me calar,ainda mais por cantar soprano...
Como já falei meus momentos de comunhão são nos momentos de solidão,direcionamento atráves de sonhos,conselhos surreais...
Eu digo para meus amigos de Ministério que eu não oro ao Senhor,eu sento num divã e debato com ele e dali eu tiro meu direcionamento,eu sei que em relação a comunhão falta demais da minha parte,principalmente na palavra,eu não conheço a bíblia como um todo...
Conheço versículos por ouvir em pregação,em ler em livros direcionados,as vezes falo algo de acordo com algum versículo sem saber...
Nessa parte me falta muito...
Minha cabeça muitas das vezes se embarassou em meio do certo e o errado,muita das vezes fiquei em dúvidas sobre o meu chamado,sobre o que Deus tem preparado para minha vida,minhas amigas dizem que sirvo para ser psicológa,que tenho a palavra certa no momento certo...
Eu sou uma negação para falar em público,sou daquelas que faz dez páginas de textos mais que não consegue dizer uma frase...
Como vc diz é uma luta constante para não cair,eu já caí uma vez não nas graças do mundo "graças a Deus",mais meu espírito morreu de uma tal forma que só sobrou a carne,chegou ao tempo de implorar para acabar com td...
È nessas horas que sempre me lembro daquela música de Lázaro:"Por que me resgatou?por que me trouxe aqui?Por que me queres Deus,tanto assim?...",nossa é muita das coisas que ocorreram na minha vida.
Eu tenho a minha história vou deixar o link,afinal sou vitoriosa:
http://euseiquepossovencer.blogspot.com/2009/03/minha-historia-resumida-em-palavras.html
Eu não cheguei ainda aonde queria chegar porque estou com muito sono,pois acabei de formatar e atualizar o PC,mais voltarei aqui para lhe dizer exatamente acho o que é certo lhe dizer...
Tenha um bom dia!!!!!!!!!Afinal são 01:24 da manhã rssrsrs!!!!

Tatiane Rosa on 25 de novembro de 2009 09:20 disse...

Copntinuando...
Deus quer que nos reunamos, não para colocar
um peso sobre nós, e sim para nos beneficiar.
Devemos considerar a Igreja, não como uma
necessidade ruim,ou obrigação,dever do crente, mas como uma oportunidade
para louvar a Deus, ajudar os outros e crescer espiritualmente.
Se você ainda está se questionado quanto a dizer: “Eu tenho
de ir à igreja?”ou "Não me chateia mais permanecer em casa no domigo", aqui estão algumas passagens bíblicas
para você meditar e algumas perguntas para você responder:
Mateus 6:33
Tito 3:01
Efésios 5:16
Marcos 12:30
Romanos !2:01
I Coríntios 15:58

A medida que praticamos a freqüência à igreja mesmo que seja como um dever descobrimos que o dever acaba se tornando um desejo!
A adoração faz o cristão sentir-se bem: essa é a
única explicação para pessoas que freqüentam fielmente,apesar das dificuldades.
Aprendi que, é preciso sempre buscar nossas motivações mais profundas, recuperar nosso ‘primeiro amor’, como diz João no livro de Apocalipse 2:2-5, e compreender que é indispensável que as pessoas, quaisquer que sejam elas ou o ambiente onde estejam, sintam-se acolhidas, valorizadas e amadas.
Também devemos nos questionar que nos primeiros passos experimentamos um entusiasmo sem conhecimento.Será que agora que temos conhecimento perdeu-se o entusiasmo?Ambos são necessários se desejamos assim manter o amor a Deus ainda em nossos corações,leia Hb 10:32-35.
Minha pergunta é:Será que você ama a Deus com o mesmo fervor de quando era um Cristão recém-convertido?
Quando surgir dúvidas converse com o seu Pastor (a),pode ter certeza que ele (a) te dará o direcionamento correto.
Fique na Paz!!!!!!

LUROCOS on 26 de janeiro de 2010 17:07 disse...

TODO PODER, GLORIA E MAJESTADE DE DEUS SAO AUTO SUFICIENTES.
---------
POREM SEM A HUMANIDADE E TODA A VIDA EXISTENTE NO UNIVERSO INFINITO, PRA QUE TODA ESTA AUTO SUFICIENCIA ???
---------
VAI SER DEUS DE QUE, DE QUEM ???
VAI SER DEUS PRA QUE, PRA QUEM ???
---------
SE DEPENDEMOS DE DEUS PRA TUDO, ELE NA SUA AUTOSUFICIENCIA PRECISA DE ALGUMA COISA ?!
---------
SOMOS DESCARTAVEIS, LIMITADOS, MORTAIS, E MESMO ASSIM DEUS CONTINUA DEICHANDO TODA SUA CRIAÇÃO EXISTIR ... E NO FINAL VAI FICAR APENAS COM UM PUNHADO ESCOLHIDO DE ACORDO COM SEUS PRINCIPIOS...

Postar um comentário

 

A opinião contrária © 2008 Business Ads Ready is Designed by Ipiet Supported by Tadpole's Notez